O Trono da Evolução - Obaluaiê e Nãnã

O Trono da Evolução – Obaluaiê e Nãnã

Você conhece o Trono da evolução?

Em nosso planeta habitam 14 forças espirituais que são regentes universais e cósmicos de 7 princípios divinos:

orixás na umbanda

Nós seres humanos nomeamos e divinizamos essas forças como orixás, ou forças da natureza desde tempos remotos.

Na Umbanda, o trono da Evolução é regido por obaluaê e nanã, ambos são Orixás de magnetismo misto e cuidam das passagens dos estágios evolutivos em nosso planeta

O trono da evolução sustenta duas energias, uma masculina e outra feminina, uma positiva e outra negativa, o perfeito equilíbrio é entoado por duas forças espirituais.

Cada cultura da antiguidade tinham nomenclaturas diferentes para cada força, nós iremos chama-los de orixá (força divina da natureza).

O trono da evolução tem suas forças assentadas na segunda feira e é o trono que irradia a todos os seres os sentidos da evolução.

O Trono da evolução 

No campo magnético positivo, masculino e irradiante, está assentado o Orixá Natural Obaluaiê, cuja qualidade é transmutar, transformar, modificar, Rege a evolução de todos os seres vivos terrestres.

No magnético negativo, feminino e absorvente está assentada a Orixá Nanã Buruquê, cuja a qualidade é decantar energias negativas, vícios, pensamentos desvirtuosos. Rege a maturidade e o lado racional dos seres.  


Ambos são Orixás de magnetismo e força mista. zelam, cuidam e protegem as passagens dos estágios evolutivos, como exemplo prático, podemos dizer que nanã “decanta” o espirito que irá passar pelo processo reencarnatório e obaluaiê liga ou finda o cordão espiritual que liga o espirito a matéria.  

O orixá obaluaiê é muito associado a cura, pois a energia manifestante do orixá curá mesmo! mais ele é a essência da alquimia, do verbo transmutar entendemos modificar o estado de algo para além. ou seja, é o orixá que detêm total poder sobre a magia e as transformações nela contidas. utilizar esta força positivamente é um fato que temos que levar a sério pois hoje vemos muitas pessoas defasadas em seu processo evolutivo por “brincar” com magia.  

Quando falamos de aspectos positivos e negativos deste trono, procuro sempre aconselhar a utiliza-los, seja qual for a ocasião de forma positiva, não se faz qualquer tipo de magia natural sem consequências, o trono da evolução possui guias, mentores e falangeiros de orixás intolerantes quando o assunto é negativar a magia e não é difícil vermos “supostos” pais de santo, utilizando negativamente o poder deste trono para fazer o mal ou satisfazer seus próprios interesses e anos depois apodrecendo em sua própria existência

(Para maior entendimento, recomendamos a leitura do livro ) Teologia de Umbanda, Rubens Saraceni.

Como Pedir auxílio ao trono da evolução

Abaixo você vai encontrar elementos, banhos, ervas e pedras que contém em sua essência o asé (energia) de Obaluayê e Nãnã.

Você pode pedir a intercessão e o auxílio do trono da evolução para:

  • Recém desencarnados
  • Saúde mental
  • Saúde espiritual
  • Saúde mental
  • Saúde financeira
  • Saúde emocional
  • Caminhos e processos que precisam de transformação
  • Vícios e limpezas de caminhos negativos e desvirtuosos

Velas do trono da lei (Obaluaiê e nãnã)
Roxas e Pretas e brancas – Obaluaiê
Violeta – Nãnã

Ervas com a energia de Obaluaê


Ervas quente de obaluaiê – Casca de alho, Casca de cebola roxa, Mamona, Picão preto – Verbos: Limpar, descarregar, transformar, transmutar, modificar

Ervas mornas de obaluaê – Barba de velho, Sete sangrias, Folha de beterraba, Sabugueiro – Verbos: Estabilizar, flexibilizar, curar, sanar, sarar.

Ervas com a energia de Nãnã

Ervas de quente de nãnã – Pinhão roxo, Peregum roxo – Verbos: Afogar, decantar, alagar

Ervas mornas de nãnã – Alfavaca, Mentruz, Cana do bréjo – Verbos: Apaziguar, regenerar, renovar

Pedras do trono da evolução

Turmalina, Ametista, Ônix

Ideal para a entrada da casa para transmutar e decantar energias negativas, corte de invejas, pragas, doenças e mau olhado 

Os 7 tronos de Deus - Orixás na Umbanda

Os 7 tronos de Deus – Orixás na Umbanda

Os orixás na umbanda representam a energia de Deus que emana e se expressa através das forças da natureza. Falar de orixá é antes de mais nada entender que Deus se manifesta de várias formas e através de tudo que conhecemos. 

Quando falamos em orixá, falamos em natureza e o discernimento humano ainda é falho para entende-lá, o grande problema da humanidade é irmos na contra-mão da natureza, se analisarmos friamente, estamos constantemente provocando colisões, ao invés de caminharmos lado a lado com a natureza, estamos sempre brigando com ela, não entendemos o propósito dela e na maioria das vezes, achamos que ela não tem propósito nenhum. O ego inflado do ser humano ainda tende a achar que espertos e inteligentes somos nós, e a natureza caótica, aleatória e não sabe o que faz.

É partindo deste principio que os orixás na umbanda se apresentam de forma muito ordenada, como manifestações do divino criador, os orixás são a verdadeira expressão da natureza e como tudo na natureza obedece uma ordem natural, assim também se apresentam os orixás na umbanda, através dos sagrados tronos divinos.Os sagrados Orixás em sua divina sabedoria respeitam a lei da ordenação divina.

Todo este conhecimento foi apresentado ao ser humano através do grande mestre Rubens Saraceni. É através dos 7 tronos divinos que  os orixás se apresentam, qualificam, emanam e equilibram a vida terrestre.

Os Orixás na umbanda se apresentam através de 7 sagrados tronos. Tenho certeza que já ouviu falar sobre as 7 linhas da umbanda. a Ideia nesta postagem é apresentar um conhecimento transcendental acerca dos divinos orixás, se você está acostumado a ouvir esse termo, o universo te chama para um novo despertar de conhecimento, conhecimento esse sobre a natureza, sobre a espiritualidade, sobre os divinos orixás e como eles sustentam e auxiliam a humanidade.

A formação dos orixás na umbanda

Orixás na umbanda

O Trono da Fé

Oxalá e Logunan

Oxalá e Logunan

Na Umbanda, Oxalá é a Divindade que está assentada no pólo positivo ou irradiante do Trono da Fé, cuja Essência é Cristalina. Pai Oxalá é o orixá masculino do trono da fé, Regente da primeira Linha de Umbanda (Linha da Fé), onde se polariza com o Trono Cósmico Feminino (Logunan).

As Irradiações Universais de Pai Oxalá são retas e contínuas, projetando-se de forma passiva a todos, o tempo todo. Já as irradiações Cósmicas de Logunan são projetadas em espiral e alcançam os seres que se desvirtuaram no campo da religiosidade, para corrigi-los.

Aprenda mais sobre o Trono da Fé

O Trono do amor

Oxum e Oxumaré

Oxum e Oxumaré

Oxum é a força dos rios, que corre sempre adiante, levando e distribuindo pelo mundo sua água que mata a sede. É a Mãe da água doce e Rainha das cachoeiras. Orixá da prosperidade e da riqueza interior, ela é a manifestação do Amor, puro, real, maduro, sensível e incondicional, por isso é associada à maternidade e ligada ao desenvolvimento da criança ainda no ventre da mãe. É Oxum que gera o nascimento de novas vidas que estarão no período de gestação numa bolsa de água – como ela, Oxum, rainha das água doces.

Já Oxumaré dilui a religiosidade já estabelecida na mente de um ser e o conduz, emocionalmente, a outra religião, cuja doutrina o auxiliará a evoluir no caminho reto. Renovação, eis a palavra chave que bem define o divino Oxumaré que, em seu aspecto negativo, tem um mistério escuro chamado por nós de “Sete Cobras” ou “Sete Caminhos Tortuosos”, que é por onde transitam todos os seres que saíram do caminho reto e entraram nos desvios da vida, que sempre conduzem aos caminhos da morte.

Aprenda mais sobre o Trono do Amor

O Trono do conhecimento

Oxóssi e Obá

Oxóssi e Obá

No trono do conhecimento Enquanto o orixá Oxóssi, o mitológico caçador, estimula a busca do conhecimento (evolução), Obá concentra e trás assimilação mental sobre o aprendizado. Oxóssi, cuja qualidade é Irradiar o conhecimento, a sabedoria e o aprendizado e atua em nossa estrutura mental, cognitiva e psicológica estimulando nossa busca pelo “saber” no sentido mais amplo da palavra, ou seja, visa expandir todos os sentidos da nossa vida, visa expandir todos os outros tronos em nossa vida.

Obá, cuja a qualidade por excelência é atuar nos seres através do terceiro sentido da vida, que é o Conhecimento, que desenvolve o raciocínio e a capacidade de assimilação mental da realidade visível Quando o conhecimento é usado de forma negativa, Obá atrai e paralisa o ser que está se desvirtuando, justamente porque assimilou de forma viciada os conhecimentos puros.

Aprenda mais sobre o Trono do Conhecimento

O Trono da Lei

Ogum e Iansã

Ogum e Iansã

Estes dois Orixás são aplicadores da Lei (porque sua natureza é ordenadora), então eles se projetam e dão suas hierarquias naturais, que são as que nos chegam através da Umbanda. A Ogum é concedido o mistério “Guardião” (Exu) e suas hierarquias, que são verdadeiros “policiais astrais” que nos ajudam e amparam nos defendendo e abrindo nossos caminhos.

A Iansã é concedido o mistério dos eguns (espíritos) e a ela é dado o titulo “rainha dos eguns” pois sua energia os direcionam a evolução.

Aprenda mais sobre o Trono da Lei 

O Trono da Justiça

Xangô e Iansã

Xangô e Iansã

Muito confundem lei com justiça, alguns pensam ser a mesma coisa mais realmente falamos de assuntos diferentes, mesmo um sendo tão ligado ao outro, são tronos distintos mais em perfeita sintonia e entrelaçamento, mesmo sendo temas diferentes um depende do outro para a perfeita harmonia e existe espiritualmente uma estreita ligação entre Justiça e Lei, pois quando se fala em Justiça logo se pensa na Lei que dá base para a atuação da Justiça, e quando se fala em Lei logo se pensa na Justiça que aplica a Lei. 

No Trono da Justiça divina temos o par do elemento Fogo nos Orixás Xangô e Egunitá.

Já no Trono da Lei temos o par do elemento Ar nos Orixás Ogum e Iansã. não a fogo sem ar, assim como não há justiça se não houver alguém para aplica-lá.

Aprenda mais sobre o trono da Justiça Trono da Justiça

O Trono da Evolução

Obaluaê e Nanã

Obaluaê e Nanã

Ambos são Orixás de magnetismo e força mista. zelam, cuidam e protegem as passagens dos estágios evolutivos, como exemplo prático, podemos dizer que nanã “decanta” o espirito que irá passar pelo processo reencarnatório e obaluaê liga ou finda o cordão espiritual que une o espirito a matéria.

O orixá obaluaiê é muito associado a cura, pois a energia manifestante do orixá é a essência da alquimia e da transmutação do verbo transmutar entendemos modificar o estado de algo para além. ou seja, é o orixá que detêm total poder sobre a magia e as transformações nela contidas. utilizar esta força positivamente é um fato que temos que levar a sério pois hoje vemos muitas pessoas defasadas em seu processo evolutivo por “brincar” com magia.

Aprenda mais sobre o Trono da Evolução

O Trono da Geração

Iemanjá e Omulu

Iemanjá e Omulu

Iemanjá tem papel muito importante em nossas vidas, pois é ela que rege nossos lares, nossas casas. É ela que dá o sentido da família às pessoas que vivem debaixo de um mesmo teto. Ela é a geradora do sentimento de amor ao seu ente querido, que vai dar sentido e personalidade ao grupo formado por pai, mãe e filhos tornando-os coesos. Rege as uniões, os aniversários, as festas de casamento, todas as comemorações familiares. É o sentido da união por laços consanguíneos ou não.

Omulu, no trono da Geração, que é o sétimo trono dos orixás na umbanda, forma um par energético, magnético e vibratório com nossa amada mãe Iemanjá, onde ela gera a vida e ele paralisa os seres que atentam contra os princípios que dão sustentação às manifestações da vida.

Enquanto a nossa mãe Iemanjá estimula em nós a geração, o nosso pai Omulu nos paralisa sempre que desvirtuamos os atos geradores.

Saiba mais sobre o Trono da Geração

A espiritualidade nos ensina que o aprendizado nunca acaba, é infinito em possibilidades e transmitir um pouco do meu conhecimento é uma de minhas tarefas como religioso.

Para cada setor da nossa vida há um trono regente que sustenta nossa vida, aprender como eles podem agregar na sua vida, energia e espiritualidade é se abrir a novas possibilidades.

A manifestação Pessoal dos orixás na umbanda

Ao passar pelo processo reencarnatório o espirito absorve a energia do orixá que vai guia-lo nesta atual encarnação. Essa energia é tradicionalmente conhecida como orixás de cabeça, ou pai e mãe de cabeça.

Tendo isto em vista, o espirito detém muito das características deste orixá, sendo as vezes perceptível ou notado de longe.

Quando conhecemos quais as nossas características energéticas, conseguimos saber como se harmonizar da melhor forma, quais são nossos pontos fracos e quais os nossos melhores potenciais.

Hoje em dia, é difícil, encontramos um conhecimento fidedigno, quando o assunto é orixá. Há muitos mitos, muitos achismos e claro, isso só leva a dúvida.

Caso queira obter um conhecimento mais profundo sobre o trabalho dos orixás na umbanda, indico fortemente a leitura de um material rico em conhecimento, produzido pelo umbanda eu curto, um dos maiores portais de umbanda na internet

o trono da geração

O Trono da Geração – Iemanjá e Omulu

Você conhece o Trono da Geração?

Em nosso planeta habitam 14 forças espirituais que são regentes universais e cósmicos de 7 princípios divinos:

o trono da lei

Nós seres humanos nomeamos e divinizamos essas forças como orixás, ou forças da natureza desde tempos remotos.

Na umbanda o trono da geração é regido por duas energias, uma masculina e outra feminina, uma positiva e outra negativa, o perfeito equilíbrio é entoado por duas forças distintas, porém equivalentes.

No campo magnético positivo, feminino e irradiante, está assentada a Orixá Iemanjá, cuja qualidade é irradiar a geração o tempo todo de forma passiva não forçando ninguém a gerar ou criar, mas sustentando a todos que buscam “dar vida” e criar seu fator gerador ou “criacionista” traça uma das de suas qualidades mais marcantes e conhecidas, a de mãe.

Tudo que existe foi gerado através da água, tudo que virá a existir será gerado pela energia de Iemanjá. Até a gravidez em seu estágio de desenvolvimento é guardado e amparado pelo liquido amniótico da grande mãe.

Pedro

No campo magnético negativo, masculino e absorvente está assentado o Orixá Omulu, cuja a qualidade paralisar é absorver qualquer pessoa que utilize as qualidades do trono da geração de forma desequilibrada, Também paralisa qualquer entidade viva que atente contra a vida, Omulu é um orixá cósmico, pune quem faz mau uso ou se aproveita das energias divinas, seu fator é paralisador, ajuda a cessar ações negativas.  

Iemanjá tem papel muito importante em nossas vidas, pois é ela que rege nossos lares, nossas casas. É ela que dá o sentido da família às pessoas que vivem debaixo de um mesmo teto. Ela é a geradora do sentimento de amor ao seu ente querido, que vai dar sentido e personalidade ao grupo formado por pai, mãe e filhos tornando-os coesos. Rege as uniões, os aniversários, as festas de casamento, todas as comemorações familiares. É o sentido da união por laços consanguíneos ou não.   

Omulu, na linha da Geração, que é a sétima linha de Umbanda, forma um par energético, magnético e vibratório com nossa amada mãe Iemanjá, onde ela gera a vida e ele paralisa os seres que atentam contra os princípios que dão sustentação às manifestações da vida.  

Enquanto a nossa mãe Iemanjá estimula em nós a geração, pai Omulu nos paralisa sempre que desvirtuamos os atos geradores.  

Como pedir auxilio ao trono da geração

Abaixo você vai encontrar elementos, banhos, ervas e pedras que contém em sua essência o asé (energia) de Iemanjá e Omulu.

Você pode pedir a intercessão e o auxílio do trono da geração para:

  • Gerar oportunidades
  • Gerar caminhos
  • Paralisar doenças
  • Pedir amparo a família
  • Pedir Amparo a maternidade
Velas para o trono da geração – Iemanjá e Omulu

Azul clara – Iemanjá
Roxa – Omulu

Ervas com a energia de Iemanjá

Ervas quente de Iemanjá: Erva de bicho, alho – Verbos: transbordar, derramar.
 
Ervas mornas de Iemanjá: Alfazema, Anis estrelado, Rosa Branca, Camomila, Manjericão – Verbos: Gerar, Fluir, Sustentar

Ervas com a energia de Omulu

Ervas quente de Omulu: Cipó cabeludo, Olho de cabra, orégano, Peregum roxo, Chorão – Verbos: Reduzir, Esvaziar, Paralisar, Ceifar
 
Ervas mornas de Omulu: Folha de alcachofra, Crisântemo branco, Folha de beterraba, Folha de fogo – Verbos: Curar, Extenuar, Abreviar

Pedras do trono da geração – Iemanjá e Omulu

Cristal branco, Safira, Lápis-lazúli

Ótimas para a entrada da casa união e harmonia do lar
 

o trono do conhecimento

O Trono do conhecimento – Oxóssi e Obá

Você conhece o Trono da Conhecimento?

Em nosso planeta habitam 14 forças espirituais que são regentes universais e cósmicos de 7 princípios divinos:

o trono da lei

Nós seres humanos nomeamos e divinizamos essas forças como orixás, ou forças da natureza desde tempos remotos.

Na umbanda o trono do conhecimento é regido por duas energias, uma masculina e outra feminina, uma positiva e outra negativa, o perfeito equilíbrio é entoado por duas forças distintas, porém equivalentes.

No campo magnético positivo, masculino e irradiante, está assentado o Orixá Oxóssi, cuja qualidade é Irradiar o conhecimento, a sabedoria, o ensinamento e o aprendizado e atua em nossa estrutura mental, cognitiva e psicológica estimulando nossa busca pelo “saber” no sentido mais amplo da palavra, ou seja, visa expandir todos os sentidos da nossa vida, visa expandir todos os outros tronos em nossa vida.  

No campo magnético negativo, feminino e absorvente está assentada a Orixá Obá, cuja a qualidade por excelência é atuar nos seres através do terceiro sentido da vida, que é o Conhecimento, que desenvolve o raciocínio e a capacidade de assimilação mental da realidade visível, ou somente perceptível, que influencia nossa vida e evolução continua.

Enquanto Oxóssi, o mitológico caçador, estimula a busca do conhecimento (evolução), Obá concentra e trás assimilação mental sobre o aprendizado.  

Quando o conhecimento é usado de forma negativa, Obá atrai e paralisa o ser que está se desvirtuando, justamente porque assimilou de forma viciada os conhecimentos puros.

Como pedir auxilio ao trono do conhecimento

Abaixo você vai encontrar elementos, banhos, ervas e pedras que contém em sua essência o asé (energia) de Oxóssi e Obá.

Você pode pedir a intercessão e o auxílio do trono do conhecimento para:

  • Provas e concursos
  • Expandir ou concentrar o conhecimento
  • Ter direcionamento em seus caminhos
  • Assimilar aprendizados e pensamentos
  • Adquirir sabedoria
  • Prosperidade e fartura
Velas para o trono do conhecimento – Oxóssi e Obá

Verdes – Oxóssi
Magenta – Obá

Ervas com a energia de Oxóssi

Ervas quente de Oxóssi: Guiné, Canfora, Espinheira santa, folha de santo agostinho, casca da jurema – Verbos: Identificar, Dividir, Explorar, Deslocar.
 
Ervas mornas de Oxóssi: Alecrim do norte, Cipó são joão, Ipê roxo, Louro, folha de manga, Samambaia, Manjericão – Verbos: Expandir, Direcionar, Propiciar, Fornecer, Tornar, Suprir, Caçar, Curar

Ervas com a energia de Obá

Ervas quente de Obá: Confrei, Valeriana, Dandá – Verbos: Racionalizar, Cravar, Pregar
 
Ervas mornas de Obá: catinga de mulata, Limão cravo, Rabanete – Verbos: Aprender, Concentrar, Conhecer, Fertilizar, Saber, Raciocinar
 

Pedras do trono do conhecimento – Oxóssi e Obá

Esmeralda, Jade, Malaquita, Amazonita, Quartzo verde

Ótimas para a entrada da casa para atrair a fartura para dentro do lar
 

o trono da justiça

O Trono da justiça – Xangô e Egunitá

Você conhece o Trono da Justiça?

Em nosso planeta habitam 14 forças espirituais que são regentes universais e cósmicos de 7 princípios divinos:

o trono da lei

Nós seres humanos nomeamos e divinizamos essas forças como orixás, ou forças da natureza desde tempos remotos.

Na umbanda o trono da justiça é regido por duas energias, uma masculina e outra feminina, uma positiva e outra negativa, o perfeito equilíbrio é entoado por duas forças distintas, porém equivalentes.

No campo magnético positivo, masculino e irradiante, está assentado o Orixá Xangô, cuja qualidade é Irradiar justiça trazendo o equilibro a humanidade, a ele é entregue a responsabilidade da aplicação do julgamento, Xangô rege as pedreiras, o trovão, o fogo celestial, a justiça, a meritocracia, a imparcialidade, etc.  

No campo magnético negativo, feminino e absorvente está assentada a Orixá Egunitá, cuja a qualidade é consumir os vícios e desequilíbrios e faz a purificação dos templos religiosos, do intimo dos seres e e de suas residências com seu fogo divino. Ela atua para nos proteger e amparar das magias negativas e das injustiças, mas sempre a partir de uma auto-purificação, para então nos renovar. Isto é, primeiro Ela faz uma purificação em nós mesmos, para nos renovar: purificação de conceitos e idéias antigas aos quais nos apegamos e que nos prejudicam; purificação dos nossos vícios de comportamento etc.  

Muito confundem lei com justiça, alguns pensam ser a mesma coisa mais acredite quando digo que estamos falando de assuntos diferentes.

Mesmo um sendo tão ligado ao outro, são tronos distintos mais que existem em perfeita sintonia e entrelaçamento, um depende do outro e existe espiritualmente uma estreita ligação entre Justiça e Lei, pois quando se fala em Justiça logo se pensa na Lei que dá base para a atuação da Justiça, e quando se fala em Lei logo se pensa na Justiça que aplica a Lei.  

Na Linha da Justiça divina temos o par do elemento Fogo nos Orixás Xangô e Egunitá.

Na linha da Lei temos o par do elemento Ar nos Orixás Ogum e Iansã.

Não existe fogo sem ar, assim como não há justiça se não houver alguém para aplica-lá através de leis.  

Xangô e Ogum são Orixás Universais e tem atuação passiva, isto é, irradiam de forma continua e dão sustentação e amparo a todos os seres que vivem com equilíbrio os Sentidos da Justiça e da Lei,

Já Egunitá e Iansã são Orixás Cósmicas e atuam basicamente atraindo os seres que se desequilibraram nestes Sentidos da vida, para corrigi-los e recoloca-los num caminho reto, embora também amparem aqueles que vivem com equilíbrio.  

Na linha elemental da Justiça, ígnea por excelência, Xangô e Egunitá são os pólos magnéticos opostos. Por isto eles se polarizam com a linha da Lei, que é eólica por excelência, Logo, Xangô polariza-se com a eólica Iansã e Egunitá polariza-se com o eólico Ogum, criando duas linhas mistas ou linhas regentes do Ritual de Umbanda Sagrada.    

Como pedir auxilio ao trono da Justiça

Abaixo você vai encontrar elementos, banhos, ervas e pedras que contém em sua essência o asé (energia) de Xangô e Egunitá

Você pode pedir a intercessão e o auxílio do trono da justiça para:

  • Obter justiça em determinado assunto
  • Consumir energias negativas
  • Consumir a ação de magias e feitiços
  • Ter mais razão e ponderação
  • Ter mais equilíbrio e auto segurança
  • Purificar-se
Velas para o trono da justiça – Xangô e Egunitá

Marrom ou vermelha – Xangô
Laranja ou vermelha – Egunitá

Ervas com a energia de Xangô

Ervas quente de Xangô: Valeriana, Pata de vaca, Casca de tamarindo – Verbos: Condensar, Calar, Cravar, Pregar

Ervas mornas de Xangô: Trapoeraba, Rabanete, Menta, Salsaparrilha, Coentro – Verbos: Aprender, Concentrar, Racionalizar

Ervas com a energia de Egunitá

Ervas de quente de Egunitá: Arruda, Jurema preta, eucalipto, Folha de limão, Para raio – Verbos: Queimar, Consumir
 
Ervas mornas de Egunitá: Açafrão, Arnica do mato, Artemísia, Semente de guaraná, Folha de laranja – Verbos: Energizar, Inflamar, Estimular, Excitar
 

Pedras do trono da justiça (Xangô e Egunitá)

Pedra rolada, rubi, ágata de fogo

Ótimas para a entrada da casa para consumir energias negativas, livrar nos de injustiças materiais e espirituais

o trono da lei

O Trono da Lei – Ogum e Iansã

Você conhece o Trono da Lei?

Em nosso planeta habitam 14 forças espirituais que são regentes universais e cósmicos de 7 princípios divinos:

o trono da lei

Nós seres humanos nomeamos e divinizamos essas forças como orixás, ou forças da natureza desde tempos remotos.

Na Umbanda, o trono da lei é regido Ogum e Iansã e ambos são importantes para que a lei e ordem prevaleçam em harmonia divina. O trono da lei é o trono responsável pelas milicias celestes e pela ordenação de todos os seres vivos.

No campo magnético positivo, masculino e irradiante, está assentado o Orixá Ogum, cuja qualidade é Irradiar ordem e retidão, a ele é entregue a responsabilidade da aplicação da lei divina.

Podemos sintetizar e resumir Ogum como a lei de Deus manifestada através dos homens que sustenta a lei e ordem divina nas vidas de todos os seres vivos.

Ogum é o grande ordenador e aplicador universal de lei.

Veja Também: oração a Ogum

A iansã também é atribuído a tarefa de direcionar e movimentar os seres no sentido evolutivo da criação

No campo magnético negativo, feminino e absorvente está assentada a Orixá Iansã, cuja a qualidade é movimentar e direcionar a lei na vida de todos os seres, esta linha eólica pura dá sustentação a milhões de seres elementais do ar.


Iansã é a grande direcionadora e movimentadora da lei

Estes dois Orixás são aplicadores da Lei (porque sua natureza é ordenadora), então eles se projetam e dão suas hierarquias naturais, que são as que nos chegam através da Umbanda.

A Ogum é concedido o mistério “Guardião” (Exu) e suas hierarquias, que são verdadeiros “policiais astrais” que nos ajudam e amparam nos defendendo e abrindo nossos caminhos.

A Iansã é concedido o mistério dos eguns (espíritos) e a ela é dado o titulo “rainha dos eguns” pois sua energia os direcionam a evolução.

(Para maior entendimento, recomendamos a leitura do livro ) Teologia de Umbanda, Rubens Saraceni.

Como pedir auxilio ao trono da lei

Abaixo você vai encontrar elementos, banhos, ervas e pedras que contém em sua essência o asé (energia) de Ogum e Iansã.

Você pode pedir a intercessão e o auxílio do trono da lei para:

  • Abertura de caminhos materiais e profissionais
  • Limpeza de energias negativas
  • Defesa espiritual
  • Coragem e força
  • Liderança e resiliência diante das dificuldades
  • Movimentar e direcionar o que está parado
Velas do trono da lei (Ogum e Iansã)

Vermelha e azul escura (Ogum)
Amarela e rosa (Iansã)

Dia da semana: Terça Feira

Ervas com a energia de Ogum

Ervas quente de Ogum: espada de são jorge, aroeira, guiné, eucalipto, vence demanda – Verbos: cortar, prender, conter, acorrentar

Ervas mornas de Ogum: abre caminho, anis estrelado, capim cidreira, folha de pitanga – Verbos: ordenar, induzir, conduzir, encaminhar, fortalecer

Ervas com a energia de Iansã

Ervas de quente de Iansã: buchinha do norte, canfora, espada de santa barbara, bambu – Verbos: arrastar, arrebatar, dissipar, remover

Ervas mornas de Iansã: cipó cravo, semente de girassol, chapéu de couro, imburana, losna – Verbos: mover, movimentar, direcionar, agir, vibrar

Pedras do trono da Lei (Ogum e Iansã)

Magnetita, Hematita, Sodalita.

Ótimas para a entrada da casa para cortar energias negativas, e como amuletos para aberturas de caminhos, direcionamento, proteção, senso de liderança.

jogo de buzios

Jogo de Búzios: o que é e como funciona?

Você já ficou com medo e deixou de fazer um Jogo de Búzios?

Não tenha receio, o Jogo de Búzios é um poderoso Oráculo, assim como o Tarot que pode te auxiliar quando você estiver passando por momentos de conflito, problemas financeiros e amorosos, ou ainda, quando tiver dúvidas sobre quais caminhos seguir na sua vida.

O que é o Jogo de Búzios?

Jogo de Búzios, como já dito, é um Oráculo poderosíssimo! Através dele é possível entrar em contato com Entidades do plano Espiritual e estabelecer uma linha de comunicação que irá ajudar a responder aquelas perguntas que não encontramos respostas no plano terreno.

Realizado sobre um pano branco, o jogo é feito sempre por um Espiritualista, Pai ou Mãe de Santo. Os guias, representados por conchas de diferentes tamanhos, simbolizam todos os Orixás e é a partir da posição das conchas que as mensagens são passadas.

É uma leitura esotérica onde é possível identificar seu Orixá protetor e tirar dúvidas sobre seu passado, presente e sobre seu futuro.
As perguntas e respostas podem envolver certas questões, como por exemplo:

  • De ordem espiritual
  • Material
  • Financeira
  • Relacionamentos amorosos

A Consulta ao Jogo de Búzios na umbanda, por exemplo, é realizada com 16 conchas de Búzios.
Elas são jogados e podem vir a cair aberto ou fechado, assim, essa informação junto com a posição irá definir qual Orixá que preside o lançamento e o que ele tem a dizer sobre sua vida.

Jogo de búzios

Jogo de Búzios: a posição das 16 conchas determinam a leitura do jogo

Já fiz uma Consulta aos Búzios e não gostei, o que pode ter acontecido?

É importante entender que o Jogo de Búzios é para quem está preparado para ele.

O que quero dizer com isso?

Muitas vezes, a resposta que você deseja ouvir não será a falada. E nós tendemos a agir conforme a “dissonância cognitiva”, ou seja, aquilo que não é de nosso agrado, nós tendemos a ignorar, ou nesse caso, a não gostar.

Sabendo disso, depois que sair de uma Consulta aos Búzios, tente refletir sobre a mensagem que as Entidades te passaram. Você sempre terá o livre arbítrio para decidir o seu caminho, mas tenha em mente que a sabedoria dessas Entidades é enorme!

Existe Jogo de Búzios Online?

Claro! É importante ter em mente que o que determina o Jogo é a energia!

Quando você for realizar a sua Consulta aos Búzios é extremamente necessário que você esteja focado e  concentrado naquele momento.

Imagine você, em uma Consulta presencial, mas com a cabeça em outro lugar, ou o Pai de Santo leitor, sem estar focado no jogo.. A consulta não dará certo, pois a energia e a atenção não estão canalizadas no mesmo local!

Ou seja, a energia está em toda parte, assim como as Entidades. Se você estiver em sua casa, mentalizando o Jogo, a energia fluirá como deve ser.

Portanto, existe sim Jogo de Búzios Online e ele pode te ajudar a enxergar melhor a sua vida, ver coisas que você não consegue com tanta clareza e te ajudar a tomar as atitudes certas!

Onde posso fazer um Jogo de Búzios?

Espaço Recomeçar é uma casa de apoio espiritual, e foi fundada pelo Espiritualista Maicon Paiva, um dos mais conhecidos e respeitados do Brasil. Ele trabalha com o Jogo de Búzios há mais de 15 anos e atende tanto de forma presencial, em São Paulo, como Online.


o trono da fé

O Trono da Fé – Oxalá e Logunan

Você conhece o Trono da fé?

Em nosso planeta habitam 14 forças espirituais que são regentes universais e cósmicos de 7 princípios divinos:

o trono da lei

Nós seres humanos nomeamos e divinizamos essas forças como orixás, ou forças da natureza desde tempos remotos.

Na umbanda o trono da fé é regido por duas energias, uma masculina e outra feminina, uma positiva e outra negativa, o perfeito equilíbrio é entoado por duas forças distintas, porém equivalentes.

No campo magnético negativo, Feminino e absorvente do trono da fé está assentada a orixá Logunan com seu fator cristalizador e temporal, Logunan é o próprio espaço-tempo onde tudo se manifesta.

Lembrando que nossa relação de espaço-tempo depende totalmente da movimentação dos astros no espaço, da onde vêm conceitos como dia e noite juntamente com nosso senso cronológico. Dizemos que Logunan é uma divindade atemporal, pois é em si o próprio tempo não estando sujeita a ele, mas regendo seu sincronismo.  

Na Umbanda, Oxalá é a Divindade que está assentada no pólo positivo ou irradiante do Trono da Fé, cuja Essência é Cristalina.

Pai Oxalá é o responsável pelo trono masculino do cristal e regente da primeira Linha de Umbanda (Linha da Fé), onde polariza com o Trono Cósmico Feminino (Logunan).  

As Irradiações Universais de Pai Oxalá são retas e contínuas, projetando-se de forma passiva a todos, o tempo todo.

Já as irradiações Cósmicas de Logunan são projetadas em espiral e alcançam os seres que se desvirtuaram no campo da religiosidade, para corrigi-los.  

Como pedir auxilio ao trono do amor

Abaixo você vai encontrar elementos, banhos, ervas e pedras que contém em sua essência o asé (energia) de Oxalá e Logunan

  • Pedir paz e harmonia familiar
  • Pedir bençãos
  • Recuperar sua fé
  • Pedir bençãos e intercessões
  • Pedir harmonia espiritual
  • Pedir renovação espiritua
Velas para o trono da fé

Brancas – Oxalá
Azul Petróleo – Logunan

Ervas com a energia de Oxalá

Ervas quente de Oxalá: Erva de bico, Açoita cavalo. – Verbos: Descarregar, Resfriar, Retificar, Cristalizar
 
Ervas mornas de Oxalá: Boldo, Rosa branca, Alfazema, Levante, Girassol – Verbos: Pacificar, Abrandar, Amparar

Ervas com a energia de Logunan

Ervas quente de Logunan: Canfora, Eucalipto, Folhas de Bambu, Pinhão Branco – Verbos: Resfriar, Retornar, Inverter, Paralisar (no tempo)
 
Ervas mornas de Logunan: Benjoim, Chapéu de couro, nós de cola, Peregum rajado – Verbos: Conduzir, Acelerar, Temporizar, Nivelar, Graduar  
 

Pedras para o trono da fé – Oxalá e Logunan

Todas as pedras brancas sendo a mais utilizada o cristal

o trono do amor

O Trono do Amor – Oxum e Oxumaré

Você conhece o Trono do amor?

Em nosso planeta habitam 14 forças espirituais que são regentes universais e cósmicos de 7 princípios divinos:

o trono da lei

Nós seres humanos nomeamos e divinizamos essas forças como orixás, ou forças da natureza desde tempos remotos.

Na umbanda o trono do amor é regido por duas energias, uma masculina e outra feminina, uma positiva e outra negativa, o perfeito equilíbrio é entoado por duas forças distintas, porém equivalentes.

No campo magnético positivo, feminino e irradiante, está assentada a Orixá do amor Oxum, cuja a qualidade é irradiar o amor o tempo todo de forma passiva não forçando ninguém a vivenciá-lo mas sustentando a todos que têm amor.

Oxum é o fator agregador e conceptivo, e traz a energia e o magnetismo, de Amor, que agrega e une desde os átomos e planetas até as pessoas. Também atua nas concepções através dessas uniões que se estabelecem a partir de suas qualidades.  

No campo magnético negativo, masculino e absorvente está assentada o Orixá Oxumaré cuja qualidade é absorve o amor em desequilíbrio de forma ativa, reconduzindo o ser ao caminho do equilíbrio, pune quem dá mau uso ou se aproveita dessa qualidade divina com más ­intenções.

Oxumaré é fator renovador, atua “reciclando”, renovando, a vida do ser. Divindade da alegria, nos ajuda também a sermos mais crianças, puros. Elemento cristalino-mineral muito presente nas cachoeiras. Sua cor é o colorido do arco-íris.  


Oxum é a força dos rios, que correm sempre adiante, levando e distribuindo pelo mundo sua água que mata a sede. É a Mãe da água doce e Rainha das cachoeiras.

Orixá da prosperidade e da riqueza interior, ela é a manifestação do Amor, puro, real, maduro, sensível e incondicional, por isso é associada à maternidade e ligada ao desenvolvimento da criança ainda no ventre da mãe.

É Oxum que gera o nascimento de novas vidas que estarão no período de gestação numa bolsa de água – como ela, Oxum, rainha das água doces.  

Já Oxumaré dilui a religiosidade já estabelecida na mente de um ser e o conduz, emocionalmente, a outra religião, cuja doutrina o auxiliará a evoluir no caminho reto.

Renovação, eis a palavra chave que bem define o divino Oxumaré que, em seu aspecto negativo, tem um mistério escuro chamado por nós de “Sete Cobras” ou “Sete Caminhos Tortuosos”, que é por onde transitam todos os seres que saíram do caminho reto e entraram nos desvios da vida, que sempre conduzem aos caminhos da morte.

Como pedir auxilio ao trono do amor

Abaixo você vai encontrar elementos, banhos, ervas e pedras que contém em sua essência o asé (energia) de Oxum e Oxumaré.

  • Harmonizar seu campo amoroso
  • Renovar caminhos amorosos
  • Harmonizar o campo familiar
  • Amparar a maternidade em sua fase inicial
  • Renovação material e financeira
  • Riqueza espiritual
  • Abundância
Velas para o trono do amor – Oxum e Oxumaré

Amarelo ou Azul escura – Oxum
Laranja – Oxumaré

Ervas com a energia de Oxum

Ervas quente de Oxum: Cipó cabeludo, Cipó seda, Buchinha do norte – Verbos:Amolecer, Aprofundar, Aproximar, Estreitar
 
Ervas mornas de Oxum: Alfavaca, Calêndula, Camomila, Carqueja amarga, Folha de melissa – Verbos: Abastar, Prosperar, Agregar, Unir, Melhorar, Florescer

Ervas com a energia de Oxumaré

Ervas quente de Oxumaré: Angico, Dandá, Espinheira santa – Verbos: Calar, Enraizar, Resolver, Diluir

Ervas mornas de Oxumaré: Raiz de Açafrão, Raiz de Angélica, Barbatimão, Graviola, Manjerona, Bálsamo, Catinga da mulata – Verbos: Renovar, Restaurar, Colorir, Abrilhantar

Pedras para o trono do amor – Oxum e Oxumaré

Pirita, Quartzo rosa, Fluorita ótimas equilibrar o chakra cardíaco, chakra do coração, do amor e do sentimento sendo a fluorita uma pedra que indico para renovação.